Tag: ‘when the camellia blooms’


Aviso: pode conter spoilers.

Para Sempre Camélia é um dorama que mistura o gênero comédia-romântica com suspense. A trama conta a história de Dongbaek (Gong Hyojin), uma mãe solteira que recomeça sua vida abrindo um bar chamado ‘Camélia’ na pequena cidade de Ongsan, dando duro pra sustentar a si e seu filho ainda bebê, Pilgu (Kim Kanghoon). Ela cresceu orfã e enfrentou diversos obstáculos até então, se sentindo imensamente azarada. Entretanto, o policial Yongshik (Kang Haneul) se apaixona à primeira vista por Dongbaek, revirando seus sentimentos e fazendo-a questionar se é merecedora dos cuidados dele. Ela se sente mais abalada quando seu ex-namorado, o famoso jogador de beisebol Kang Jongryeol (Kim Jisuk), retorna a sua vida. O Kang poderia ser considerado um grande problema, se não houvesse um serial-killer rondando Ongsan e tendo Dongbaek como seu alvo.

O que é desafiado?

Dongbaek além de gerir um bar, é bonita e tem um filho, levando os vizinhos à debaterem onde está seu marido, acarretando então comentários machistas após saberem que a mulher é na verdade solteira. Logo no início, ela se denomina “autossuficiente” provando que consegue batalhar sozinha sem precisar de outras pessoas ao seu lado.

Apesar da postura de mulher forte e guerreira, Dongbaek se mostra muito sensível e chora incontáveis vezes com motivos que podem ser considerados bestas por nós, provando que as palavras dos outros podem machucar mesmo que sem intenção, nos levando a pensar duas vezes no que dizer.

Em meio a tanto caos, um assassino às soltas atacando pessoas próximas dela e até mesmo Dongbaek, o seu maior desafio é a criação de seu filho, sendo vista até como egoísta por querer o melhor para Pilgu, abrindo mão de sua felicidade para vê-lo satisfeito. Ele também possui a imagem de protetor, mesmo criança, se preocupa com a segurança da mãe e com assuntos considerados de “adultos” fazendo-a acreditar que apenas os dois são suficientes um para o outro.

Dongbaek e Yongshik

Para Sempre Camélia não é um típico dorama romântico que mostra cenas felizes ou melosas ao longo dele, e sim um grande aprendizado se igualando às dificuldades da vida real. Yongshik é o primeiro a se apaixonar, fazendo-o ir atrás de Dongbaek por algum tempo. Antes de ela ceder, ambos sofreram, seja ele por se entregar totalmente, colocando-a no topo de sua “lista” de importância, ou Dongbaek por pensar que Yongshik é bom demais para ela.

Ele é um policial que foi rebaixado de seu cargo por agredir um criminoso, e agora de volta a Ongsan, quando a população é assombrada pelo denominado ‘Curinga’, conhece a mulher dos seus sonhos, e com seu senso de justiça, arrisca tudo para proteger a ela e seu filho, pois se lembra de sua infância ao ver Pilgu.

Dongbaek nunca tinha sido tratada com tanto carinho e atenção, e repete isso diversas vezes mesmo quando os atos dele são mínimos, duvidando dele e dividida entre se sentir grata ou um incômodo.

Ao fim da história, é admissível a compreensão de que acreditando um no outro, é possível superar barreiras. Ela, que não tinha mais tanta esperança e se dedicava integralmente ao filho, recebeu outra chance de ser feliz. “A felicidade vem depois do sofrimento” é sua fala no último episódio, e faço de suas palavras as minhas.

Sobre a história

Ignorando minhas palavras que soaram como um conto de fadas, o drama é repleto de momentos de tensão e reviravoltas com atos um tanto quanto “pesados” desse serial-killer. Você irá se perguntar quem é o ‘Curinga’ e desconfiar de algumas pessoas, porém a resposta é incerta até o final.

Para Sempre Camélia vai te fazer questionar muitas coisas do seu dia a dia, te dar vontade de ligar para sua mãe, lembrar ou querer um amor… são sentimentos diversos, você irá rir, chorar e se sentir como parte da história.

O cast é veterano, e suas experiências faz com que os personagens sejam interpretados assim como o roteiro, com qualidade do início ao fim, de forma limpa e clara, sem que o telespectador perca o interesse ou se sinta cansado ao assistir.

A imagem também é agradável, o cenário é bonito e bem aproveitado, combinando com toda a trama e trazendo o sentimento correto para cada cena, nos permitindo captar as expressões e até sentir o mesmo que eles.