Guia Rápido: o que vem por aí no Kingdom, o misto de survival e reality show da MNET

No ano passado, uma parcela dos fãs de k-pop enfrentou arduamente a tarefa de acompanhar do Road to Kingdom, uma espécie de pré-show com potenciais candidatos do Kingdom, que, por sua vez, é a versão masculina do programa de competição de grupos (e idols) femininos, Queendom, da MNET.

Este ano acontece a atração principal, que envolve novos grupos e vencedor do Road to Kingdom. E para dar uma clareada na mente das pessoas que ainda estão perdidas por causa das informações picadas e, às vezes, bem duvidosas, divulgadas pela própria MNET, o NPOMV resolveu fazer este Guia Rápido com informações sobre o programa e os atuais concorrentes.

Então, se você tem alguma dúvida ou está interessado em acompanhar esse show, siga firma continue lendo!

O que foi o Road to Kingdom?

Na época, o Road to Kingdom confundiu a cabeça de muita gente. Vários acreditavam que era a segunda temporada do Queendom, a versão oficial do programa com os tais grupos masculinos relativamente populares que lutariam com sangue e suor pelo primeiro lugar no pódio. No entanto, não foi bem assim.

O Road to Kingdom foi uma espécie de spin-off. Um esquenta, uma entrada para o prato principal. Foram convidados apenas os boygroups emergentes e com potencial de atrair a atenção do público coreano e, de quebra, o internacional também. Anteriormente, havia sido dito que apenas grupos com first win participariam e… bem, não foi exatamente desse jeito.

ONF, The Boyz, Pentagon, ONEUS, VERIVERY, Golden Child e TOO deram renderam muitos momentos interessantes, tanto para o bem quanto para o mau. Graça a suas participações, alguns saíram com um saldo bem positivo, como novos fãs, reconhecimento do público, músicas boas e a vitória (ou pelo menos o TOP 2).

Quase um ano depois, ainda existem críticas em relação ao formato desse spin-off. Cenas cortadas, screentime desproporcional, um favorecimento claro de determinados participantes e sistemas de votações bem falhos botam medo naqueles que vão acompanhar o Kingdom, porque, diferente do Queendom que foi divertido de assistir, o RTK foi doloroso, e existem possibilidades do Kingdom não ser tão afável quanto suas raízes femininas.

A verdade é a seguinte: muitos telespectadores querem ver os grupos interagindo, invés de uma competição forçada e humilhante.

Enfim, o vencedor dessa peneira musical foi o The Boyz, ficando na frente o ONF. Os 11 garotos de calças collant justinhas voltaram com tudo para muitas performances imagéticas e teatrais ainda neste semestre.

Como vai ser o Kingdom?

Essa pergunta rodopia pela cabeça de muitas pessoas, porém, por enquanto, continua sem resposta. O formato de seus programas antecessores também foi uma surpresa, os espectadores foram descobrindo os desafios a serem enfrentados juntamente aos concorrentes, na medida que o show se desenrolava. Alguns momentos resultaram em cenas e desafios para lá de agradáveis e em outros nem tanto.

Com base no primeiro episódio de Queendom e no primeiro episódio do Road to Kingdom, o Kingdom deve começar com uma rodada introdutória, onde os atuais gladiadores da música pop coreana vão botar o pau na mesa e mostrar o motivo de estarem ali. Depois disso, devem vir a rodada solo, covers, unit de grupo, units de integrantes, reinterpretações das próprias músicas e, por fim, se não esqueci de nada, o lançamento de uma canção original.

Repito, o único medo dos entusiastas desse bom híbrido de survival com reality show (sim, quem vos escreve adora essa franquia) é a esquematização dos episódios ser tão capenga quanto foi a do RTK. Uma boa temporada deve saber equilibrar as interações dos ídolos com a competição saudável e não uma série interminável, incansável de competição, resultado, competição, resultado, e competição mais uma vez, sem tempo para respirar.

Os Mestres de Cerimônias (MCs)

Para a alegria de muitos (muitos mesmo), dessa vez teremos dois rostinhos muito bonitos e bem conhecidos apresentado o programa. Yunho e Changmin, do duo TVXQ, da SM Entertainment, comandarão o ritmo do Kingdom. A cada episódio, eles introduzirão os participantes e vão explicar como funciona cada rodada.

Recentemente, o Yunho, também conhecido pelo stage name U-Know fez seu retorno com o segundo EP da sua carreira solo, “NOIR – The 2nd Mini Album”. Confira o MV de “Thank U” clicando aqui.

Lineup

A lista final de participantes do Kingdom apresenta seis nomes de grupos bem conhecidos do público internacional, sem nenhum solista, banda ou duo para causar surpresa. Os concorrentes são: BTOB, SF9, iKon, The Boyz, Stray Kids e Ateez.

Alguns desses nomes surpreenderam mais do que outros, como, por exemplo, o iKon, da YG Entertainment, que em um passado não muito distante foi considerado um dos grupos masculinos mais populares da indústria, mas hoje se encontram jogados para escanteio por sua própria agência. Em relação ao BTOB, aparentemente eles vão participar aos pedaços, visto que alguns integrantes estão no exército. Já o SF9, previamente a FNC Entertainment havia negado o convite, porém depois de muita pressão parece que cederam à MNET.

A seguir, pequenos perfis dos seis nomes da edição, para você se situar melhor antes de abril e fazer suas pesquisas a respeito de quem você ainda não conhece.

BTOB

BTOB, sigla para Born TO Beat (“nascidos para o ritmo”, em tradução livre), debutou em 2012 com sete integrantes. Atualmente o grupo da CUBE Entertainment consiste em apenas seis cantores: Eunkwang, Minhyuk, Changsub, Peniel, Hyunsik e Sungjae, estando os dois últimos no exército. Ilhoon saiu do grupo após um escândalo e, também, se alistou no exército coreano.

Com uma carreira de dar inveja e uma reputação forte que os consagrada como um dos melhores grupos vocais do país, o prestigiado atual quarteto deixou muitos curiosos a respeito do que eles vão mostrar na competição nove anos depois da sua estreia oficial.

Confira o último lançamento do grupo completo, “Only One for Me”.

Confira o último lançamento da sub-unit BTOB 4U, “Show Your Love”.

SF9

SF9 estreou em 2016 sob os cuidados da FNC Entertainment, casa das icônicas AOA. Considerado um grupo com foco em performance, ele também entrega ótimos vocais e visuais incríveis. Recentemente, após do boom do lead vocalista Rowoon, o grupo ganhou bastante notoriedade dos consumidores de k-pop e, agora, os nove mantêm uma carreira bem estável.

Fecham esse grupo de performers os membros Youngbin, Inseong, Jaeyoon, Dawon, Zuho, Taeyang, Hwiyoung e Chani.

Confira os dois últimos lançamentos do grupo, “Summer Breeze” e “Shine Together”.

iKon

Nascidos na YG Entertainment, o atual sexteto de música pop e hip-hop é formado por Jinhwan, Yunhyeong, Bobby, Donghyuk, June e Chanwoo. O iKon debutou em 2015 e desde aquela época conseguiram construir um legado de músicas únicas e apresentações memoráveis, que conseguiam levantar todos os tipos de plateia.

Pouco tempo depois o lançamento do smash hit “Love Scenario”, o ex-integrante Hanbin se envolveu em um escândalo e deixou o septeto. Um comeback depois, a YG deixou o conjunto ainda jovem e promissor cair no esquecimento. Agora, o Kingdom parece ser uma ótima oportunidade para reacenderem aquela velha chama.

Confira o último lançamento do grupo, “Dive”.

The Boyz

O ganhador do Road to Kingdom teve um pico de popularidades nacional e internacionalmente. Tanto as vendas digitais quanto as físicas cresceram astronomicamente, e sua reputação pela web também, o que os torna um dos principais concorrentes da temporada.

O conjunto é composto por Sangyeon, Jacob, Younghoon, Hyunjae, Juyeon, Kevin, New, Q, Ju Haknyeon, Sunwoo e Eric. Juntos conseguiram deixar uma bela impressão nos telespectadores com apresentações artísticas e teatrais de tirar o folego.

Confira os dois últimos lançamentos do grupo, “The Stealer” e “Christmassy!”.

Ateez

Reconhecido como um dos maiores grupos da 4ª geração, Ateez foi formado em 2018 pela KQ Entertainment com Hongjoong, Seonghwa, Yunho, Yeosang, San, Mingi, Wooyoung e Jongho. Dentre as maiores conquistas do octeto está o título “4th Generation Leaders”, entregue pelo Ministério da Cultura, Esportes e Turismo da Coreia.

A participação do grupo foi anunciada no ano passado durante uma das apresentações do MNET Asian Music Awards junto ao Stray Kids e o The Boyz. Devido a suas apresentações poderosas, vocais estrondosos, vendas físicas absurdas para um grupo relativamente novo e o extremo carinho dado pelos fãs ao redor do mundo, esses garotos são fortes concorrentes a coroa do Kingdom.

Confira os dois últimos lançamentos do grupo, “THANXX” e “Inception”.

Stray Kids

Não é de hoje que o Stray Kids é uma sensação, mas nos últimos dois anos a popularidade do mais recente grupo masculino da JYP Entertainment aumentou muito. O octeto também é reconhecido como uma grande estrela da 4ª geração, tanto nacional quanto internacionalmente, e esse fato sozinho aumenta bastante peso da competição.

Formado por Bang Chan, Lee Know, Changbin, Hyunjin, Han, Felix, Seungmin, e I.N., o conjunto é um dos favoritos a coroa do Kingdom, uma vez que já demonstraram inúmeras vezes habilidades incomparáveis com rap, dança, produção e canto.

Confira os dois últimos lançamentos do grupo, “God’s Menu” e “Back Door”.

Quando começa?

O Kingdom tem previsão de estreia para o dia 1º de Abril. Na mesma semana, diversos websites tendem a lançar legendas não-oficiais para você poder assistir, basta ficar de olho!

Até lá, que tal relembrar alguns momentos das temporadas passadas? Diversas apresentações estão disponíveis no YouTube, no canal da MNET, e várias das músicas inéditos do programa estão no Spotify.

Pra quem é sua torcida no Kingdom?
Tags:, , , , , , , , , , , ,

AUTOR Leonardo Benedito